Absurdo: Fundação Criança SBC foi vítima da politicagem entre Morando e Manente.

Absurdo: Fundação Criança SBC foi vítima da politicagem entre Morando e Manente.

No dia 20 de agosto de 2020, o Deputado Alex Manente, que antes tecia duras criticas ao governo de Orlando Morando, após ajuste político compareceu na esplanada da Prefeitura para gravar um vídeo e fazer média com o Prefeito Orlando Morando.

No local encontrou a conhecida defensora da causa animal, Telma do Passatinho, que lhe endereçou duras críticas, como por exemplo “vendido”.

Na ocasião, o Deputado, desestabilizado e visivelmente, irritado, partiu em direção a munícipe, mas foi contido. Tudo foi gravado.

Alex Manente prometeu processar a Cidadã que apenas exerceu seu direito de manifestação e de fato ofereceu uma queixa crime por suposto delito contra a honra em face de Telma do Passatinho, que tramita perante a 2a Vara Criminal de São Bernardo do Campo, sob o número 1018300-52.2020.8.26.0564.

Mas estranhamente, após as eleições o Ex Assessor Parlamentar de Alex Manente, ANDRÉ SICCO DE SOUZA foi nomeado por Orlando Morando como Secretário de Assistência Social, com salário de R$ 24.133,91 (remuneração maior do que de um Vereador)

No dia 19 de maio de 2021, a Câmara aprovou o Decreto n. 21.569 que transferiu ou transferiria bens e recursos financeiros da Fundação Criança.

DÚVIDAS

• E para onde vão estes bens e recursos? justamente para a Secretaria de Assistência Social, onde o apadrinhado de Alex Manente, ANDRÉ SICCO DE SOUZA está como Secretário.

• Será que Telma do Passatinho possui poderes mediúnicos, ou houve esta “venda ou troca de favores” para obtenção do apoio político do Deputado Federal que tanto criticou Orlando Morando e sua administração, realizando, inclusive uma representação dirigida ao então Ministro Sérgio Moro?

• Telma do Passatinho merece ser processada por exercitar seu direito de manifestação?


FATOS E CONCLUSÕES

Vamos aguardar!! Enquanto isso Advogados oferecerão representação junto aos órgãos competentes para apurar esta estranha nomeação.

Após brilhante parecer do Ministério Público das Promotoras DRA SIRLENE FERNANDES DA SILVA e DRA VERA LÚCIA ACAYABA DE TOLEDO (acesse o documento); 

• o Juiz da Vara da Infância de São Bernardo do Campo DR. LUIZ CARLOS DITOMMASO, deferiu o pedido de liminar feita na Ação Popular impetrada pelos  Advogados DR. JOSÉ LUÍS GONÇALVES e DR. LAURO FIOROTTI, para suspender os efeitos da Lei até julgamento final da ação (acesse o documento)

• As imagens abaixo demonstram a “jogada de mestre” interrompida pelos Advogados, Ministério Público e Poder Judiciário com a contribuição importantíssima das manifestações populares dos ex-Funcionários demitidos ilegalmente da Fundação Criança.


1 – O Assessor Parlamentar

2 – Admissão na Secretaria de Serviço Social

3 – Transferência dos bens e recursos financeiros da Fundação Criança para Secretaria de Serviço Social


Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s